terça-feira, 31 de julho de 2012

Unhas às bolinhas

Como já referi, no fim-de-semana andei muito ocupada, por isso assim que tive um tempinho tratei de pintar as unhas que estavam numa desgraça. E como o tempo era curto, fiz algo bastante simplista.


Esta manicure já tem 4 dias por isso já está quase na altura de voltar a pintar as unhas.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O meu fim-de-semana

O meu fim-de-semana foi uma correria. Quase não parei. Sinto que agora é que podia começar o fim-de-semana para poder descansar e dormir. Na semana passada andei a deitar-me tarde e a acordar relativamente cedo.
Como contei há uns dias, no fim-de-semana passado estive na Feira da Serra em São Brás de Alportel, e grande falha minha, não tirei fotos à minha barraca partilhada que tinha como nome Barreca Vintage. Consegui vender algumas coisas, claro que não fiz nenhuma fortuna, nem esperava tal coisa, mas foi uma boa experiência. Agora sei na pele o quanto é difícil, e por vezes frustrante, ser feirante, andar de feira em feira a tentar vender os seus produtos, os clientes a olharem, gostarem, darem os parabéns mas depois acabarem por não comprar. É de facto uma vida difícil.
No último dia da feira tive uma agradável surpresa, três primas de duas irmãs minhas amigas, que eu não conhecia, reconheceram os meus produtos e vieram falar comigo. Disseram que gostavam muito do meu blog e eu fiquei muito feliz. É bom saber a vossa opinião aí desse lado. Foram muito queridas!


Embora tenha estado bastante ocupada, no Domingo consegui ir à praia de manhã, onde adormeci, e a seguir ao almoço ainda fiz uma pequena sesta que me soube mesmo bem!!


No Algarve estava-se muito bem!


E claro, a Luna agora encontrou um novo lugar onde dormir, deixando a minha roupa coberta de pêlos...


sexta-feira, 27 de julho de 2012

Feira da Serra

Tenho andado muito pouco activa aqui no blog, durante esta semana estive super ocupada. Isto porque no meu pequeno tempo livre tenho andado a produzir algumas coisinhas para vender na Feira da Serra de São Brás no Algarve. Eu, uma amiga minha e mais uma amiga da minha amiga (complicado hein?) vamos lá estar a partir de hoje a vender produtos muito giros. Por isso, para quem está na zona, apareça! E podem ver aqui o cartaz da feira.

Espero mesmo que valha a pena todo o meu esforço nestes últimos dias em que andei a produzir coisas que nem uma doida... senão nunca mais tento ser uma microempresária!

terça-feira, 24 de julho de 2012

Luna

A parte boa de estar longe desta menina, de seu nome Luna, é que não tenho arranhões nas mãos, nem nos braços e nem na cara (sim, eu sou bastante inocente, às vezes acho que ela me vai dar beijos e dá-me mordidas de amor).


segunda-feira, 23 de julho de 2012

domingo, 22 de julho de 2012

Grandes Veleiros

Hoje fui até Belém ver os Grandes Veleiros a desfilarem pelo Tejo. Estes veleiros fazem parte da frota da Tall Ships Race 2012, uma regata que teve início em Saint Malo, França, e que, depois de passar por Portugal, partiu para Cádiz, Espanha.








quarta-feira, 18 de julho de 2012

Torta de Mel

Esta torta foi feita pela minha avó, mas gostei tanto que deveria partilhar com vocês a receita.


Ingredientes:
- 10 ovos
- 500g de açúcar
- 4 colheres de sopa de mel
- 4 colheres de sopa de azeite
- 2 colheres de sopa de farinha
- 1 colher de sobremesa de fermento


Preparação:
  1. Bater todos os ingredientes com excepção da farinha e do fermento.
  2. Envolver a farinha e o fermento peneirados e misturar bem.
  3. Colocar a massa numa forma untada com margarina e farinha. 
  4. Levar ao forno a 170ºC durante cerca de 30 minutos. Espetar com um palito para ter a certeza da cozedura.
  5. Desenformar e enrolar. Deixar arrefecer a torta enrolada num pano.
  6. Depois da torta arrefecida, polvilhar com açúcar em pó e espalhar mel.

Bon appétit!

terça-feira, 17 de julho de 2012

Respirar Natureza

Ontem já vos mostrei algumas fotos do local onde vou trabalhar nos próximos meses, e hoje mostro-vos mais. Estou no Instituto Superior de Agronomia, um local com cerca de 100 hectares e onde se respira natureza. Quando lá estou até me esqueço que estou em Lisboa. O espaço é tão grande que acho que nunca o vou descobrir por completo, ainda por cima porque o meu meio de transporte são as pernas! Há uma semana simpaticamente ofereceram-me uma visita de carro por dentro do instituto, e havia tantos lugares por onde gostaria de voltar a passar com mais calma. Mas como cá em Lisboa não tenho carro e o meu sentido de orientação não é dos melhores, nunca me afasto muito com medo de me perder, e tem estado um calor tão intenso que não dá para grandes passeios.



Nas fotos acima está o Anfiteatro (ou Auditório) de Pedra. Foi construído nos anos 40 com capacidade para 3 000 pessoas e uma excelente acústica. No entanto, a utilização do auditório para a realização de espectáculos culturais, de teatro e música diminuiu drasticamente desde a década de 60 devido ao aumento dos níveis de ruído na sua envolvente (com a construção do estádio da Tapadinha e a intensificação do tráfego automóvel).


Muitas das árvores têm identificação.


Há medida que for explorando o espaço, vou vos mostrando mais fotos.

Heart Nails

Ontem fiz uma manicure bem simples, com uns amorosos corações. Com as mudanças para Lisboa, com as arrumações e desarrumações, estraguei as unhas. Solução? Cortá-las bem pequeninas e esperar que cresçam um pouco.


segunda-feira, 16 de julho de 2012

Back to Lisbon

Após dois anos a estudar em Lisboa e uns meses pelo Algarve, cá estou eu de volta à capital. Numa altura em que a maioria dos portugueses rumam até ao Algarve de férias, eu rumei até Lisboa para trabalhar. E hoje foi o meu primeiro dia, digamos que foi bem curto, durou cerca de 15 minutos. Mas esses poucos minutos foram suficiente para perceber que as pessoas do grupo onde vou estar são bastante simpáticas e o ambiente é descontraído. Por isso, espero gostar de lá estar. Até quinta-feira tenho trabalho de casa, ler projectos para me integrar bem no tema em que vou trabalhar, e ver a apresentação de trabalhos de dois colegas.




domingo, 15 de julho de 2012

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Mudasti!

Finalmente a mudança de visual no blog que tanto ansiei! A cheirar a Verão, sol e praia ou piscina (local onde a foto foi tirada). Estava tão habituada ao verde do blog que agora estranho o fundo azul... Mas como se costuma dizer, primeiro estranha-se, depois entranha-se!

Espero que gostem!

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Dêem-me praia!

A minha ida para Lisboa aproxima-se. Pois é, ainda não referi aqui no blog, mas após de muito esperar e desesperar consegui uma Bolsa de Investigação em Lisboa, e por isso, durante os próximos meses é por lá que vou andar. E por isso mesmo, tenho de aproveitar ao máximo para ir à praia e intensificar o bronze.




quarta-feira, 11 de julho de 2012

Dog/Puppy Nail Art Design

Hoje resolvi desenhar um cachorro na minha unha e umas pegadas.
 

E, fiz um tutorial para poderem também ter umas unhas iguais.


A Filha do Capitão

Ontem acabei de ler o livro "A Filha do Capitão" do José Rodrigues dos Santos. Agora é a parte em que as minhas amigas que me ofereceram o livro ficam escandalizadas e a roer-me pragas por ter demorado tanto tempo a ler o livro, pensado que o odiei. Isto porque o livro foi me oferecido pelo meu aniversário do ano passado, ou seja, há um ano e um mês... Mas isto tudo tem uma explicação. Quando recebi o livro relataram-me maravilhas sobre ele, e eu comecei a lê-lo aos poucos, mas confesso que o primeiros capítulos não me cativaram. E na altura o meu tempo livre era limitado, nos meses seguintes todo o meu tempo era gasto na escrita da dissertação de Mestrado, depois na preparação da defesa da dissertação, a seguir na tentativa de publicação do trabalho, e o livro foi ficando esquecido na mesa de cabeceira.
Até que há uns 2 meses olhei para o livro e pensei, "Não te achei graça nos primeiros capítulos, mas vou te dar uma segunda oportunidade". O entusiasmo pela história demorou um pouco a surgir, até que há cerca de 2 semanas, espontaneamente senti-me encantada pela história. E desde então, foi ler, ler e ler. Antes de dormir lá entrava eu dentro da história, sem dar pelo tempo a passar, a lutar contra o cansaço, os olhos a querem fechar, até que o cansaço vencia. Estava desejando de terminar o livro para saber como ia acabar a história, e esperando que tudo acabasse bem. Até que ontem, a 3 capítulos do fim, o que eu mais temia que acontecesse na história, acabou por acontecer. Uma pequena lágrima surgiu-me no canto do olho (não mais do que isso, também não sou assim tão chorona!!), fechei o livro e achei que não merecia que eu o continuasse a ler. Sentia-me tão envolvida pela história que chegava a sentir a própria dor das personagens. A minha revolta não durou mais do que 2 minutos, recomecei a leitura, esperançosa que a história desse uma grande reviravolta no final. Acabou por dar uma pequena reviravolta, mas não a que eu ansiava. E, quando li a última linha senti-me estranhamente vazia. A história tinha entrado na minha vida de tal maneira que senti-me sem saber o que fazer a seguir. Queria mais e mais, podiam vir mais 600 páginas que ia lê-las com o maior gosto. Mas acabou-se.

E por isso, recomendo vivamente a leitura de "A Filha do Capitão". É mais do que uma simples história de amor que relata uma paixão impossível entre um oficial português e uma bonita francesa. É também uma narrativa sobre a participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial, uma história comovente sobre a amizade, a vida e a morte.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Natas do Céu

Esta semana fiz Natas do Céu para o restaurante da família. É uma sobremesa super fácil e rápida de ser preparada. A receita deu para 6 taças, mas quando fui fotografar só já haviam 4.


Ingredientes:
- 5dl de natas frias
- 100g de açúcar
- 100g de Bolachas Maria esmagadas
- 300g de doce de ovos de compra
- Amêndoa palitada


Preparação:
  1. Bater as natas com o açúcar até ficarem bem firmes.
  2. Distribuir metade das natas pelas taças ou por uma taça grande.
  3. Adicionar as bolachas Maria esmagadas, reservando um pouco para a decoração.
  4. Adicionar as restantes natas.
  5. Adicionar o doce de ovos, e finalizar com as restantes bolachas esmagadas e a amêndoa palitada.

Bon appétit!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Candy Love Shop

Está oficialmente aberta a Loja do Candy Love! Podem aceder aqui aos produtos para venda e como é que a loja funciona.

 Espero que gostem, e em caso de dúvida enviem-me email para candyloveblog.gmail.com!

sábado, 7 de julho de 2012

Bom Fim-de-Semana!

São 7h da manhã e eu já estou pronta para sair de casa. Hoje o dia vai ser loooooooongo!

Tenham todos um óptimo fim-de-semana!


quinta-feira, 5 de julho de 2012

Beach Nails

O momento é de calor e praia, e por isso, fiz a minha manicure a combinar com a altura do ano em que estamos.


Foi a manicure mais elaborada que fiz até hoje, mas mais fácil do que algumas que já fiz anteriormente.

Utilizei verniz laranja numa esponja para criar um degradé entre o amarelo e o laranja. Depois, coloquei um pouco de verniz amarelo na esponja, mesmo por cima do verniz laranja para ficar um degradé mais bonito.
Voltei a usar a esponja com verniz branco por cima da ponta azul para criar o efeito do mar.
De resto é só seguir as imagens.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

♥ I'm in love ♥

Estou enamorada pelos meus dois novos colares! E fui eu que os fiz!
Aproveitei material que andava perdido cá por casa, e fui resgatar mais um tanto à casa da minha avó.



Acho que estes colares dão logo outra alegria a uma simples t'shirt.
A minha mãe e não só já disseram que estes colares pareciam um babete...

terça-feira, 3 de julho de 2012

Delícia de Ananás

No início da semana apostei num doce fresco de ananás para o restaurante da família. Embora à primeira vista pareça que é uma sobremesa de morango derivado à cor rosa, desenganem-se, é mesmo de ananás. Na receita original, o ingrediente principal era a polpa de manga, mas como não tinha, resolvi fazer com ananás.  Como a manga é laranja, no final ficava um bonito doce com camadas alaranjadas e brancas. Mas só me lembrei que com o ananás não iria conseguir esse efeito minutos antes de montar o doce. E de repente, a única solução que me surgiu foi usar corante alimentar, e como o único que tenho é rosa, foi o que usei.



Ingredientes:
- 20g de farinha
- 80g de açúcar
- 1 ovo
- 1 gema
- 2,5dl de leite
- 8 folhas de gelatina
- 2dl de natas
- 1 lata grande de ananás
- 12 palitos de champanhe
- corante alimentar rosa
- hortelã


Preparação:
  1. Passar uma forma tipo bolo inglês por água e forrá-la com película aderente.
  2. Juntar a farinha com o açúcar, o ovo, a gema e misturar bem. Adicionar o leite e levar a lume brando, mexendo até engrossar.
  3. Retirar o creme do lume e deixar arrefecer um pouco, mexendo ocasionalmente.
  4. Demolhar as folhas de gelatina em água fria durante 5 minutos, escorrê-las e adicioná-las ao preparado até derreterem. Deixar o creme arrefecer completamente.
  5. Bater as natas em neve. Adicionar-lhes o creme já frio e envolver até obter um creme homogéneo. Dividir o preparado e duas partes iguais.
  6. Moer o ananás e a calda com a varinha mágica, reservando uma rodela de ananás para a decoração.
  7. Reservar 2dl da polpa de ananás. Juntar a restante polpa e um pouco de corante rosa a uma das partes do creme e misturar. Reservar os dois cremes no frigorífico até solidificarem um pouco.
  8. Verter os dois cremes na forma em camadas alternadas (caso os cremes não estejam muito sólidos, colocar a forma no congelador 10 minutos entre cada camada).
  9. Cobrir com os palitos de champanhe e levar ao frigorífico a solidificar. Quando estiver bem firme, desenformar e retirar a película aderente.
  10. Cobrir com a restante polpa e decorar com ananás, hortelã e fruta cristalizada.


Bon appétit!